O Vampiro da Meia-Noite - Cap.6 Esfera de um vampiro!




 No dia seguinte eles se encontraram no mesmo lugar e horário, August explicou tudo para Pandora. Ser a esfera de um vampiro significava ser sua escolhida e amada e que essa escolha não é nem o vampiro e nem a pessoa que a faz, mas sim a força existente em cada um. Isso quer dizer que a alma deles está entrelaçada, é por isso que mesmo sem saber ela já estava tão ligada a ele. August fez sinal para ela entrar no carro.

--- Desde quando você sabe que eu sou sua esfera?
--- Quando você nasceu eu tive uma visão.
--- O quê? Você viu o futuro... quero dizer, você ler pensamentos... e é um vampiro, então acho que não tenho o direito de me surpreender mais. Por que você não me procurou antes? E agora eu vou casar...
--- Eu não podia te procurar diretamente, você é que tinha que vir até mim, eu vi que quando você ficasse noiva daquele idiota... Você iria escolher aqui para se casar, então viajei até a Transilvânia e fiquei esperando por um ano você não mudar de ideia e querer casar em outro lugar. Ah e você não vai casar com ninguém que não seja eu.
--- Então você não pode interferir...
--- Agora posso. Nós já nos encontramos e eu não vou te perder.
--- Eu preciso de um tempo para terminar com Fernando. Não posso chegar amanhã e dizer simplesmente tudo isso e acabar com ele.
--- Ninguém pode e nem poderá saber disso, Pandora, é proibido. Se algum humano, exceto os escolhidos, souber desse segredo, eles... Os nossos superiores... mandam um guardião para matá-los...
--- Nossa! Tudo bem, eu aceito qualquer coisa para não te perder, não sei o que é isso, mas sinto a necessidade de estar com você.
--- Eu também sinto, fique calma, logo você vai entender melhor e quanto a sua família e Fernando você vai ter um tempo...
--- Quanto tempo?
--- Até dois dias antes do casamento, quando partiremos para Vampiry.
--- Onde fica Vampiry?
--- Depois te falo, amor, é surpresa.
--- Tudo bem, eu vou fazer o necessário. Ah, pare o carro perto do hotel igual ontem, não quero que nos vejam... senão terei problemas.
--- Chegamos, vá dormir, depois nos vemos.
--- Quando?
--- Quando você quiser.

Só depois de sair do carro é que Pandora notou já estar de manhã, ela tinha passado muitas horas com August e nem tinha notado. Depois de um demorado banho ela dormiu muito. Uma hora da tarde ela acordou e para sua surpresa Fernando estava no quarto a observando.

--- Á quanto tempo você está aqui, Fernando? Ela perguntou com raiva.
--- Cheguei faz umas duas horas. Está parecendo que você não dormia há tempos, tive pena de te acordar, então fiquei esperando.
--- Ah. Você pode sair para eu me arrumar?
--- Sim, querida. Fernando respondeu desconcertado.

 Ele e Pandora ainda não tinham dormido juntos, mas eles iriam se casar em mais ou menos uma semana, talvez não precisasse mais desse pudor, porém, para não zangá-la, ele lhe deu um beijo na cabeça e saiu.


***

Continua!

Lizandra Souza

1 Comentários:

Lola Mantovani 30 de julho de 2013 12:18  

Agora eu quero ser a esfera de algum vampiro...
adorei mais esse capitulo, ela desapaixonou do Fernando muito rápido rs
beijos

Postar um comentário

Obrigada por comentar.

  © Loucuras e Devaneios by Liza

Design by Emporium Digital