Capítulo 14. Fim de Semana Mortal: A primeira aventura de Emily Park



Quando Estevão voltou e me contou os avanços, eu fiquei muito feliz. Ele havia comprado minha fantasia do jeito que eu pedi, mesmo achando bizarro. Ele também conseguiu alugar um clube bem elegante, nós havíamos decidido fazer no clube que tinha mais possibilidade de pessoas do que na mansão de Josh. Lá havia amigos e desconhecidos, muitas pessoas, um público grande.

Dentro de poucos dias, num sábado á noite, Estevão e eu concluiríamos nossa vingança. Mas minha que dele, mas nossa. Ao todo eram noventa e dois os nossos convidados, que eram entre amigos e conhecidos de amigos, fora a clientela normal e frequente do clube, que era uma média grande por noite.

Enquanto os dias se passavam, Estevão ficava mais tempo na cidade. Eu ficava em casa, torturando Felix psicologicamente. Ele não entendia por que desde que Estevão tinha vindo para o sítio eu havia estado tão feliz. Estevão parecia tão obstinado a se vingar como eu, mas de uma maneia menos ilegal.

Eu decidi que não iria contar para Felix o que Estevão e eu estávamos planejando, seria muito melhor ele ser surpreendido, a emoção seria maior. Já estávamos na terça-feira, faltando muito pouco para a conclusão da minha vingança e eu estava muito contraditória. Tinha horas que eu chorava feito uma louca, outras em que eu ria desordenadamente, outras em que eu queria ficar sozinha, meditando, ou ligava o rádio e começava a dançar e cantar e depois novamente voltava a chorar.

Eu percebi que Estevão já estava notando minha insanidade. Não me importei para o que ele me dizia. Ele falava que logo tudo estaria acabado e que eu voltaria a ser como sempre fui. Vida normal era o que eu não teria. E hoje o senhor pode ver o resultado doutor... Vida norma? Não, não com toda a dor que eu sentia. Estevão não sabia que eu era apaixonada por Gray.

Á noite eu fui ver Felix, era incrível como ele se regenerava rápido. O braço infeccionado já estava quase bom, mas também, Estevão havia feito curativos, nós não podíamos matá-lo antes da vingança. Assim que eu entrei ele começou a me interrogar por vezes amedrontado e outras sarcástico:

    ---Emily! Até que em fim veio me ver. Essa é sua vingança. Deixar-me aqui trancado e ainda curar meus ferimentos... Ah, como você é tola, no seu lugar eu já teria...
    ---Me matado.
    ---Certamente.
    ---E o prazer, a vingança e a superioridade? E isso Felix?
    ---O quê?
    ---No meu lugar você já teria me matado, e pronto eu morria e tudo acabava, e depois onde ficaria a glória. No meu caso eu quero diferente. Eu quero te ver sofrer, ainda mais, é claro. A morte é muito pouco para você. E seus crimes, como são punidos?! Você merece sofrer ao invés de acabar e pronto. A morte para você eu quero, mas antes o sofrimento.
     ---Você está louca Emily, eu estou certo, você é maluca.
     ---Você vai se arrepender.
     ---Nunca sua idiota.
   ---Ah vai. Você irá suplicar o meu perdão, eu vou te ver chorar, sofrer, você vai desejar que eu te mate, e eu farei isso depois do fim.
     ---Isso nunca vai acontecer.
    --- Vai sim, no sábado você verá quem é Emily Park, e do que eu sou capaz.

Eu o fitei durante alguns segundos. Ele estava assustado, não admitia, mas eu via em suas feias feições, no tom de sua voz, que de grave passou a ser melancólica. Saí do quarto e fui á sala, aproveitei que Estevão não estava para meditar, se eu estava certa em enganá-lo. Ele não sabia, mas eu mataria Felix no sábado depois de minha vingança. Estevão queria que depois que humilhássemos Felix, nós o entregássemos para a polícia. Eu queria que ele morresse por minhas mãos e ninguém tiraria isso de mim. Eu sei o que sofri, o que meus amigos sofreram e não deixaria que Felix continuasse a viver, mal ou pior.

Às nove horas eu liguei o rádio a todo volume e fiquei escutando Iron Maiden.

Continua!

Lizandra Souza

17 Comentários:

Raiza Gonçalves 11 de fevereiro de 2013 02:36  

Spliknot \w/ kkkk

Faz Uma visita ?
http://www.peoplecrazystipoeu.blogspot.com.br

Vinícius Costa 11 de fevereiro de 2013 11:44  

Ótima narrativa! Realmente fluida. :)
Beijos,
Vinícius - Livros & Rabiscos

Gabriela 11 de fevereiro de 2013 13:53  

Muito bacana ^.^

memorias-de-leitura.blogspot.com

Pâm Possani 11 de fevereiro de 2013 15:07  

Meu Deeeeeus, essa menina é doida, meu Deus do céu haha Será que ela vai matar o carinha mesmo? MY GODDDD rsrs
Opa, obrigada, Liza *_*
Um beeeijo!
Pâm
http://interruptedreamer.blogspot.com.br/

Esteffani Fontes 11 de fevereiro de 2013 18:10  

adorei! kkkkkkkkkkkkk faz parce de vida, Slip!

@esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
aosdezesseisanos.blogspot.com.br

Lola Mantovani 12 de fevereiro de 2013 07:00  

Adorei, agora só esperar pelo dia da festa.
beijos

Lola Mantovani 12 de fevereiro de 2013 13:45  

Ah em relação ao texto do meu blog, é da minha autoria, é que eu estou tentando voltar a escrever passei quase 2 meses sem escrever nada novo rs.
beijos

Marcos de Sousa 13 de fevereiro de 2013 05:01  

Fucou curioso agora. Quero ver logo essa vingança. rs

O mundo sob o meu olhar

Anhy Menires 13 de fevereiro de 2013 11:36  

Eita que essa história ta massa...
quero ver só se a mocinha vai enganar EStevão.rs.
Ta mt interessante..
http://anamenires.blogspot.com.br/

Marie 13 de fevereiro de 2013 18:04  

Contrário do Igor estou acompanhado, mas estou perdendo alguns. Aí fico meia atrasada! AMEI!

Beijos, beijos e mais beijos.. www.7hings.com.br, visite lá, espero por você..!

Lágrimas de um Garoto 13 de fevereiro de 2013 20:50  

OMG, seu blogger é muito lindo, parabéns, ótimos texto e dicas senssacionais, muito bom mesmo, vou visitar sempre; <3

Beijos <3

http://lagrimasdeumgaroto.blogspot.com.br/

Pâm Possani 15 de fevereiro de 2013 05:09  

Ontem meu prof. de filosofia falando de justiça, acredita que tava pensando na sua história? rsrs
olho por olho, dente por dente e tal rsrs
Magina, fofa, eu que agradeço *-*
Um beeijo!
Pâm
http://interruptedreamer.blogspot.com.br/

Rayane Stefani 15 de fevereiro de 2013 09:30  

Adorei Haha'
Beijos

http://blog-puro-glamour.blogspot.com.br

Postar um comentário

Obrigada por comentar.

  © Loucuras e Devaneios by Liza

Design by Emporium Digital