Capítulo 12. Fim de Semana Mortal: a primeira aventura de Emily Park




Estevão chegou ao meio-dia. Antes de abrir a porta eu disse que ele se preparasse para me ver, que eu estava horrível de dar medo. Ele riu e disse que eu era linda. Eu disse que eu era no passado. Ele ficou preocupado e mandou-me abrir a porta. Eu disse que eu não iria abrir, pois tinha medo que ele saísse correndo, então eu o mandei abrir e entrar.

Até hoje não sei descrever com exatidão a cara que Estevão fez quando me viu. Eu estava pior do que eu imaginava, avancei um passo e ele recuou três. Eu falei, para que ele escutasse minha voz e me reconhecesse. Ele soltou um soluço e disse.

     --- O que fizeram com você Emmy? me diga quem fez isso.
     --- Um monstro cruel, que matou a todos desumanamente.
     --- Como a todos?
    --- Eu fui à única sobrevivente, em partes, pois você pode ver que eu estou destruída.
     --- Oh, não!

Eu pensava que ele estava apavorado porque estava me olhando. Mas logo ele avançou para mim e me puxou para perto de si, então eu vi que ele estava olhando para Felix. Ele conseguira sair do quarto. O caso foi que quando eu joguei água quente nele a corda que o segurava na cintura rasgou-se e ele aproveitou que eu ainda não tinha ido o ver e saiu do quarto, conseguindo chegar até á sala, rastejando-se pelo chão.

--- Foi ele quem me deixou assim Estevão, foi ele que estripou Josh, empalou Gray e... Mel.
--- Meu Deus, ele é horrível.
--- Quem é você? Perguntou Felix ao ver Estevão.
--- Cretino.

De súbito Estevão se aproximou de Felix, empurrando-lhe contra a parede dando-lhe uma surra merecedora. Estevão era moreno, pouco mais de um metro e oitenta. E forte. Muito forte. Dentro de dois minutos Felix desmaiou. Estevão estava muito sujo de sangue, parecia que ele ia desmaiar também. Eu pedi que ele se sentasse um pouco. Ele obedeceu.

Estevão me pediu para lhe contar o que estava acontecendo, e o que aconteceu. Eu lhe falei tudo, julgo eu com perfeição. Eu lembrava-me de cada segundo, de cada dor, de cada morte. Ele chorou muito quando soube da morte de Josh. Ele também sentiu muito a morte de Gray e Mel. Ficou perplexo com as outras mortes que eu havia presenciado. Ele queria chamar a polícia, então eu lhe falei que nada nessa vida tiraria minha vingança, e que se ele amasse realmente o irmão teria que me ajudar.

---Você deseja matá-lo, Emmy?
---Ainda não sei, mas você vai me ajudar?
---Vou, vamos fazer o resto dos dias dele um inferno.

---Vamos!


Continua!



Lizandra Souza

12 Comentários:

Camilla ♥ 18 de janeiro de 2013 11:18  

Vish, essa menina não sossega u_u HKGJFHGJK O que será que vai acontecer? :O

Tem post novinho no Sugar Dance ♥

Beijos e tenha uma ótima sexta!

Sugar Dance (clique no perfil para visitar)

Lizandra Souza 18 de janeiro de 2013 11:54  

Oi Camilla, ela vai se vingar rsrs. Ótima sexta para você também flor. Vou lá conferir o post. Beijo ; )

Lola Mantovani 18 de janeiro de 2013 13:53  

Adorei, deixa eu te contar se o que você queria era apavorar, conseguiu, acredita que ontem eu sonhei com a vida do Felix? rs
beijos

Giovana Gomes Sampaio 18 de janeiro de 2013 17:45  

Nossa, adorei o blog. Vou começar a ler do começo :D
Estou seguindo o blog.
http://ggsampaio.blogspot.com.br/
Beijos,
Gi!

SB - TT 19 de janeiro de 2013 06:10  

Texto super interessante,estou visitando aqui pela primeira vez!
Você deve gostar de ler não?
Participem do sorteio de 2 lvros da Editora Gente!
Beijos e óimo fim de semana!
sweetbulunga.blogspot.pt

Lara Reis 19 de janeiro de 2013 07:33  

Nossa que legaal essa históriaa, adoreeii!!! :)

Ah, passei pra avisar que, sobre o concurso que você está participando no Pequeno Muffin, a enquete pra votação já está no Pequeno Muffin e no Foco da Moda também ok? Portanto se você já quiser passar nos dois blogs pra votar...
Te espero lá!
Bisous.

pequenomuffin.blogspot.com

Lizandra Souza 19 de janeiro de 2013 09:02  

Oi Lola, não sei se digo que bom ou que mal rsrsrs, ninguém merece sonhar com a vida desse cara rsrs, deve ter sido horrível, um dia desses eu estava lendo um conto de bruxas, eu morro de medo de bruxas rsrs, tive pesadelos a noite toda, cruzes rsrs, obrigada pela visita, beijo ; )

Lizandra Souza 19 de janeiro de 2013 09:07  

Oi Gi, que bom que gostou, obrigada por seguir, vou lá no seu blog retribuir.
Super beijocaS.

Lizandra Souza 19 de janeiro de 2013 09:10  

Oi, obrigada pela visita, gosto sim de ler... Vou lá conferir o sorteio. Beijo ; )

Lizandra Souza 19 de janeiro de 2013 09:14  

Oi Lara, obrigada pela visita. Vou lá votar em mim rsrs, beijo ; )

Esmalte Atrevido 21 de janeiro de 2013 05:40  

Eita pega, o negócio ta pegando e eu estou ficando com uma certa "dózinha" do monstro lá ou melhor, to ficando não, ele matou um monte de gente né, nem pensou em nada, tem que sofrer mesmo... kkkkkkkkkkkkkk
To adorando amiga!!!
Te desejo uma abençoada semana viu, beijos,Ariana.
http://esmalteatrevido.blogspot.com.br/

Lizandra Souza 21 de janeiro de 2013 06:50  

Amigaaaa eu sinto o mesmo, tem hora que eu fico com um pouquito de pena, depois passa e quero matá-lo rsrs, também te desejo uma semana super abençoada.
Beijos ; )

Postar um comentário

Obrigada por comentar.

  © Loucuras e Devaneios by Liza

Design by Emporium Digital